sábado, 25 de março de 2017

Play-offs da LBF começam no dia 09 de abril com transmissão do SPORTV



Após mais de três meses e 60 partidas realizadas a fase de classificação da LBF CAIXA 2016/2017 chegou ao fim neste sábado (25/03). Quatro equipes seguem vivas na briga pelo título da competição nacional e as semifinais terão início no dia 09/04 (domingo). Antes dos playoffs será realizado o Jogo das Estrelas, no dia 02/04 (domingo), em Americana.

Dono da melhor campanha no ano passado e vice-campeão, o Corinthians/Pague Menos/Americana dominou completamente a fase de classificação e garantiu a melhor campanha da 1ª fase da LBF CAIXA, com campanha de 18 vitórias em 20 partidas disputadas.

Na fase semifinal, o time alvinegro reeditará a última final da LBF CAIXA, já que terá pela frente o Sampaio Corrêa Basquete (4º colocado) como adversário nos playoffs. Atual campeão, o time maranhense começou a temporada 2016/2017 com quatro derrotas seguidas, porém conseguiu boa recuperação e vai disputar os playoffs em sua segunda temporada na LBF CAIXA. Em sua partida final na temporada regular, o Sampaio acabou derrotando a equipe de Americana (61-57).

A outra série semifinal será entre Uninassau Basquete e Santo André/APABA, dois times com campanhas e desempenhos muito parecidos durante toda a temporada. O time pernambucano se classificou para os playoffs logo em sua primeira temporada como Uninassau, já o Santo André volta para a fase final do campeonato nacional após não se classificar na temporada passada.

Confira a tabela completa da fase semifinal da LBF CAIXA:

– Corinthians/Pague Menos/Americana (1º) x Sampaio Corrêa Basquete (4º)

Jogo 1 – 09/04 (domingo), às 21 horas, no Ginásio Castelinho, em São Luís (MA) – ao vivo no SporTV
Jogo 2 – 14/04 (sexta-feira), às 21h30, no Ginásio Centro Cívico, em Americana (SP) – ao vivo no SporTV
Jogo 3* – 16/04 (domingo), às 13 horas, no Ginásio Centro Cívico, em Americana (SP) – ao vivo no SporTV

– Uninassau Basquete (2º) x Santo André/APABA (3º)

Jogo 1 – 10/04 (segunda-feira), às 18 horas, no Ginásio Pedro Dell’Antonnia, em Santo André (SP) – ao vivo no SporTV
Jogo 2 – 15/04 (sábado), às 10 horas, no Centro Esportivo Salesiano, em Recife (PE), ao vivo no SporTV
Jogo 3* – 17/04 (segunda-feira), às 21h30, no Centro Esportivo Salesiano, em Recife (PE), ao vivo no SporTV

quarta-feira, 22 de março de 2017

Com dois metros de altura, pivô Kamilla Soares busca evolução nos EUA

Descoberta em Montes Claros/MG, a jovem pivô Kamilla Soares (2,00m) partiu para os Estados Unidos em busca de evolução.

Já havíamos noticiado a sua ida no ano passado e, em busca de mais informações deste diamante bruto, acabei encontrando um vídeo dela jogando por lá.

Sorte à Kamilla e que a nova gestão da CBB fique de olho na evolução desta menina.

Jogo das Estrelas da LBF CAIXA será realizado no dia 02 de abril



O Jogo das Estrelas da LBF CAIXA está confirmado. Direto do Ginásio Centro Cívico, em Americana, interior do Estado de São Paulo, a quarta edição do evento que reúne as maiores estrelas do basquete feminino brasileiro será realizada no domingo (02/04), às 10 horas, e terá transmissão ao vivo dos canais SporTV.

Assim como na temporada passada, o Jogo das Estrelas da LBF CAIXA contará com a ilustre presença das lendárias ex-atletas Hortência e Paula, que novamente estarão nos bancos de reservas e serão madrinhas dos times "Rainha Hortência" e "Magic Paula" na partida festiva.

Remodelado, o Jogo das Estrelas da LBF CAIXA foi um sucesso na temporada passada. Realizado em Campinas (SP), no Ginásio Taquaral, a partida com as estrelas do campeonato nacional contou pela primeira vez em sua história com Hortência e Paula como madrinhas do evento. 

Com o Ginásio Taquaral completamente lotado, as estrelas da LBF CAIXA deram espetáculo e fizeram partida disputada até o último segundo, que acabou com a vitória do time Rainha Hortência sobre o time Magic Paula pelo placar de 79 a 78. Com duplo-duplo de 20 pontos e 12 rebotes, a pivô Nádia, que vestiu a camisa do Sampaio Corrêa na temporada passada, foi nomeada a MVP da partida. 

Além da partida entre time Rainha Hortência e time Magic Paula, o Jogo das Estrelas da LBF CAIXA no ano passado também contou com o Desafio de Habilidades, que acabou com a armadora Babi, do Corinthians/Pague Menos/Americana, como campeã, o Torneio de 3 pontos, que teve Tati Pacheco, do Uninassau Basquete, como campeã, e também com uma grande homenagem para as campeãs mundiais com a Ponte Preta em 1993. 

Confira a programação do Jogo das Estrelas LBF CAIXA:

Local: Ginásio Centro Cívico - Americana (SP)
Data: 02/04/2017
Horário: a partir de 10h (de Brasília)

segunda-feira, 20 de março de 2017

Times de brasileiras são eliminados da Euroliga

Chegou ao fim a temporada 2016/17 da Euroliga para o time das brasileiras Érika de Souza e Clarissa dos Santos.

Ambos caíram nas quartas de final, numa série melhor de três.

O Bourges, de Clarissa, foi eliminado pelo russo Dynamo Kursk, de Angel McCoughtry e Nneka Ogwumike, por 2x0 (76x 71 e 92 x 104).

Clarissa não atuou em nenhum dos jogos.

Já o Avenida, de Érika, até tentou mas não conseguiu segurar as turcas do Fernebahce, de Candace Parker e Sandrine Gruda, por 2x1 (78x70, 66x76 e 87x80).

Érika teve os seguintes números:

Jogo 1: 10 pontos e 6 rebotes.
Jogo 2: 13 pontos e 12 rebotes.
Jogo 3: 3 pontos e 5 rebotes.

Palavras do novo presidente da CBB


img

Existe um plano especifico para o basquete feminino?

Sim. Vamos dar ao naipe feminino toda a atenção que é merecida, fato que não aconteceu nas gestões anteriores. É fundamental fomentar a base, em uma escala ainda maior do que no masculino, trazendo de volta os campeonatos nacionais. Com isso, vamos elevar o número de praticantes e, a partir daí, extrair a qualidade. 

Fonte: CBB







____________________________________

Será que agora podemos acreditar?

quinta-feira, 9 de março de 2017

Nos detalhes, Corinthians/Pague Menos/Americana vence Uninassau



O Corinthians/Pague Menos/Americana está muito próximo de conquistar a liderança geral da LBF. Em partida decidida nos detalhes, as comandadas do técnico Vendramini derrotaram Uninassau-PE por 78 a 72(34 a 39 no primeiro tempo). A partida aconteceu no Ginásio Centro Cívico em Americana. Na próxima sexta-feira(10) às 20:00, as equipes voltam a se enfrentar na competição.

Para sair vencedor desse duelo, as americanenses contaram com ótima atuação da pivô Damiris, que obteve 31 pontos e 11 rebotes(duplo-duplo). A ala Iza Sangalli com 15 pontos e 4 rebotes também se destacou.

O primeiro quarto começou com as visitantes impondo ritmo forte na defesa. Americana sentia dificuldades de furar o bloqueio da equipe pernambucanas que logo abriam vantagem de quatro pontos. Com a entrada de Chuca e a mudança de posicionamento da ala pivô Baker, as americanenses conseguiram tomar conta do placar e com bom aproveitamento nos chutes de três pontos, as americanenses fecharam o primeiro quarto vencendo por 24 a 21.

O segundo seguiu equilibrado. Apesar de vários erros, as pernambucanas conseguiram reagir no placar e com menos de quatro minutos para o fim do período, igualaram o marcador em 29 a 29, fazendo o técnico Vendramini pedir tempo técnico. Apesar de várias mudanças, Americana não conseguiu reagir no placar e viu Uninassau fechar o segundo quarto por 39 A 34.

A terceira etapa começou com Americana a 200%. Aguerridas, as americanenses igualaram o marcador e com ótima atuação da dupla Gretter/Damiris, viraram o marcador e fecharam o terceiro quarto vencendo por 62 a 51.

A última etapa começou com as pernambucanas indo em busca do placar adverso. Mesmo com boa vantagem conquistada no terceiro quarto, as americanenses viram Uninassau Diminuir a vantagem para três pontos a menos de quatro minutos para o fim. Mas Americana contou com bola certeira da ala Iza a menos de um minuto do fim e garantiu a vitória por 78 x 72.

“Jogo foi muito intenso, mas jogos contra Uninassau será sempre assim. O mais importante hoje foi a vitória. Vamos trabalhar melhor a defesa para que na próxima partida possamos sofrer menos do que hoje”, comentou a pivô Damiris.

“São duas equipes que se respeitam, mesmo as equipes com desfalques, a qualidade de jogo é a mesma. Se faltou técnica em alguns momentos, garra e disposição tivemos de sobra e fez a nossa equipe sair vencedora desse grande duelo”, explicou o técnico Vendramini.

domingo, 5 de março de 2017

Santos FC participará do Paulista Adulto Feminino





          


Após ficar um ano sem participar do Campeonato Paulista da Federação a cidade de Santos que sempre teve enorme representatividade no cenário do basquete feminino retorna em 2017 com muita motivação para a disputa de um dos principais campeonatos do país.
A equipe que seguindo o exemplo bem sucedido de outras agremiações no basquete, agora conta com a parceria oficial de peso do Santos Futebol Clube, em uma importante iniciativa negociada pelo atual presidente da FUPES (Fundação Pro Esporte de Santos) Hugo Duppre com a proposta de alavancar o esporte na cidade novamente. 

Gestores e dirigentes esperam que essa parceria possa gerar frutos e promover maior visibilidade ao trabalho que à anos vem se desenvolvendo mas que ainda precisa de apoio da
iniciativa privada através de patrocínios e incentivo fiscal.

O projeto também conta com o crucial apoio e auxilio da
Secretaria Municipal de Esportes oferecendo estrutura e suporte, tendo em vista que a projeção da equipe adulta como espelho fomenta o trabalho de base que precisa ser fortalecido no estado agindo como facilitador no desenvolvimento e gerando novas oportunidades para meninas da região da Baixada Santista.

A comissão técnica segue trabalhando e buscando recursos para estruturar e montar uma equipe competitiva que em breve terá a sua
apresentação oficial marcada para a imprensa.


Clarissa vence na França

O Bourges, de Clarissa, venceu o Nantes por 69 a 65, com 10 pontos e 8 rebotes da brasileira.

Pela equipe adversária, chamou atenção o desempenho da pivô canadense Katherine Plouffe, que anotou 30 pontos e 13 rebotes.

Brasileiras na Espanha

Neste domingo, teve duelo brasileiro pela liga espanhola.

O Gipuzkoa, da pivô Nádia Colhado venceu o Quesos El Pastor, da ala Isabela Ramona por 72 a 66.

Nádia teve 20 pontos e 7 rebotes, enquanto que Ramona teve 13 pontos e 8 rebotes.

O Salamanca, da pivô Érika, venceu o Extremadura por 61 a 55, com 11 pontos e 6 rebotes da pivô brasileira.

Transmissões da LBF pela internet

Sem transmissões pelo Sportv, a saída para assistir os jogos da LBF é acompanhar as transmissões que são feitas pela internet.

Como bem lembrado nos comentários, é possível assistir os jogos:

- pela fan page da RADIO ESPORTE WEB, que transmite os jogos de Americana 

- pela fan page do LEIA JÁ ONLINE, que transmite os jogos da Uninassau

- pela fan page da LABATV, que transmite os jogos de Santo André

Definidos os clubes que jogarão as competições femininas de base de 2017

Estão definidos os times que irão disputar os campeonatos de base da Federação Paulista de Basketball (FPB) na temporada de 2017, no naipe feminino. As definições ocorreram nos democráticos ‘Congressos Técnicos’, que aconteceram na terça-feira (14 de fevereiro), na sede da entidade, na zona central da capital paulista, contando com as presenças da diretoria da FPB e dos representantes das equipes filiadas.

“Conversamos bastante com as equipes presentes para buscarmos alternativas visando o crescimento do basquete feminino. Debatemos diversos assuntos, de forma democrática, e creio que chegamos a conclusões importantes”, explica Enyo Correia, presidente da Federação Paulista.

Sub-13: ADC Bradesco (Osasco), Basketball Santo André/APABA (Santo André), Prefeitura de Mauá (Mauá), São Bernardo/ADC/AFP (São Bernardo do Campo), São José Basketball/PAC (São José dos Campos) e SESI-SP (São Paulo).

Sub-14: AD Centro Olímpico (São Paulo), ADC Bradesco (Osasco), Prefeitura de Mauá (Mauá), São José Basketball/PAC (São José dos Campos), SELT Taubaté/LBCP (Taubaté) e SESI-SP (São Paulo).

Sub-15: AD Centro Olímpico (São Paulo), ADC Bradesco (Osasco), Basketball Santo André/APABA (Santo André), Casa do Garoto/Tupã (Tupã), São Bernardo/ADC/AFP (São Bernardo do Campo) e São José Basketball/PAC (São José dos Campos).

Sub-17: AD Centro Olímpico (São Paulo), ADC Bradesco (Osasco), Basketball Santo André/APABA (Santo André), Casa do Garoto/Tupã (Tupã), Clube Avareense (Avaré), São Bernardo/ADC/AFP (São Bernardo do Campo), APAGEBASKET (Guarulhos) e APAB/Barretos (Barretos).

Sub-19: ADC Bradesco (Osasco), Basketball Santo André/APABA (Santo André), Divino/Jundiaí (Jundiaí), São Bernardo/ADC/AFP (São Bernardo do Campo) e Presidente Venceslau (Presidente Venceslau).

Nos próximos dias, o departamento técnico da Federação Paulista de Basketball (FPB) divulgará todas as informações de cada competição, com a tabela e o sistema de disputa.
 
Fonte: FPB - Assessoria

Brasileiras em Portugal

Com o número de equipes cada vez mais reduzido por aqui, os campeonatos portugueses voltaram a ser atrativos para as brasileiras, como já foi há alguns anos atrás (Clarissa, Lilian, Izabela Andrade, Gil e Silvia Gustavo passaram por lá).

A liga portuguesa foi o refúgio para duas jovens e talentosas pivôs que foram destaques no último Paulista jogando por Jundiaí: Gabriela de Paula e Aline de Moura.

As duas são companheiras de equipe e disputam a primeira divisão da liga portuguesa, jogando pela equipa de Torres Novas.

Em seu último compromisso na liga, a equipe das brasileiras perdeu para o Ovarense por 64 a 58.

Aline teve 19 pontos e 21 rebotes e Gabriela teve 23 pontos e 16 rebotes.

Segunda divisão

Pela segunda divisão, a pivô Bárbara Souza joga pela equipe do Galitos. Em seu último compromisso, sua equipe venceu o Juvemaia com 38 pontos e 24 pontos da brasileira.

Terceira divisão

E na terceira divisão, a pivô Leidilânia Ferreira joga pela equipe do CAD Coimbra, tendo a companhia da cubana Oyanaysi Gelis. 

Em seu último compromisso, sua equipe venceu o Oliveirense por 67 a 46, com 27 pontos e 14 rebotes da pivô brasileira.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Maira Horford Barakaldora heldu da Ausarta Barakaldo ESTn jokatzeko

Chicago Sky troca Clarissa por Astou Ndour



O Chicago enviou a brasileira Clarissa para o San Antonio Stars.

Em troca recebe a espanhola naruralizada Astou Ndour.

Clarissa mantém médias sólidas na Liga Francesa e na EuroLiga. No Bourges, ela joga ao lado de Kayla Alexander, pivô dos Stars.

A aquisição de Clarissa foi comemorada com palavras elogiosas, mas incompreensíveis da diretora da equipe Ruth Riley.

Segundo Ruth, Clarissa "é o catalisador do recente sucesso da seleção brasileira". What?!

No Stars, Clarissa re-reencontra Érika. De novo?

Nádia é contratada para training camp do Indiana Fever

Em temporada brilhante na Liga Espanhola, na qual se destaca como cestinha e segunda reboteira da competição, a pivô Nádia Colhado teve outra boa notícia nesse último dia do mês.

A jogadora de 28 anos recebeu a confirmação da assinatura de um contrato para participar do training camp da equipe do Indiana Fever, da WNBA.

Se confirmada na equipe, a brasileira faria sua terceira temporada na liga, após duas temporadas discretas em Atlanta (2014/5).

Em Indiana estará sua ex-companheira de Sampaio Erica Wheeler e ainda ex-Maranhão Briann January.

O clube assinou com duas outras pivôs para o training camp de sua primeira temporada sem Tamika Cathings: as desconhecidas Victoria Macauly e Shanece McKinney.

São José faz peneira para equipe sub-19 nesse sábado (04)

Garotas com idades entre 18 e 19 anos de São José dos Campos podem participar da seletiva para a equipe sub-19 de basquete feminino da cidade. O time do programa Atleta Cidadão, que é da prefeitura joseense, marcou para este sábado, 4, uma peneira para selecionar atletas. A avaliação está marcada para as 9h, no ginásio Cidade Jardim, localizado na rua Itambé, no Jardim Satélite. 

As interessadas em participar devem levar material esportivo (roupa e tênis adequado), RG e um atestado médico. As selecionadas passarão a integrar a equipe de base do São José Basquete Feminino e podem defender o time em campeonatos regionais e estaduais.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Precisamos falar sobre a LBF

A Liga de Basquete Feminino já está no returno e precisamos falar de alguns pontos positivos deste ano de ressaca olímpica e suspensão das competições internacionais.



- Equilíbrio

O primeiro turno foi marcado por um equilíbrio, que pode ser explicado por um misto de fatores pessimistas (cansaço pelos jogos seguidos, irregularidade das jogadoras, etc). Independentemente do motivo, o equilíbrio tornou a competição um pouco mais interessante.

- A superioridade de Damiris



Mais uma vez o Corinthians/Americana desponta como o franco favorito ao título e muito se deve à Damiris.

Após um surpreendente desempenho na Rio 2016 (em que jogou como ala), a ala/pivô demonstra regularidade e superioridade técnica que a coloca como a grande referência da seleção para este próximo ciclo olímpico (se é que o Brasil terá esse ciclo).


- Nasce uma estrela?



Num momento delicado que passa o basquete feminino, é interessante acompanhar o crescimento da ala Raphaela Monteiro. Cria da Mangueira/RJ, com passagens pela base paulista, a jovem ala tem dado os primeiros passos no adulto jogando em Pernambuco. Teve a primeira oportunidade no Sport, onde já chamou atenção, com um excelente jogo de infiltração e muita disposição.

Desde o ano passado tem jogado no time do Dornelas (antes América, agora Uninassau) e tem mostrado que é uma jogadora a ser observada neste novo ciclo. Se ainda carece de evolução física e melhorar os arremessos de longa distância, é louvável sua disposição em jogar em baixo da cesta.

Há que se parabenizar ainda Dornelas que viu o potencial na jogadora e tem investido em sua evolução.


- Geração 95



Em 2011, uma geração chamou minha atenção. Na Copa América Sub-16, vimos uma seleção brasileira na final, "engrossando o caldo" no primeiro tempo contra as ótimas americanas. Pena que no ano seguinte a decepção seria grande: uma derrota para Mali e a penúltima posição no Mundial Sub-17.

A seleção era treinada pela Janeth e desde o Sub-15 sabíamos que tínhamos joias preciosas que, se bem lapidadas, poderiam alcançar voos maiores.

O grande destaque desta geração naquela época era Izabela Sangalli, que hoje continua buscando a sua afirmação no líder Corinthians/Americana. O time titular era composto ainda por Raphaela Monteiro (que se machucou e não jogou os mundiais sub-17 e sub-19) e Vitória (que está no Sampaio Correa, após se destacar em São José).

Atualmente, outro nome desta geração tem aparecido bem na LBF: a pivô Letícia Rodrigues. O curioso é que Letícia, mesmo tendo sempre se destacado na base (por Santos e depois por Ourinhos), foi apenas convocada para o Mundial Sub-19, em 2013.

Ao longo dos anos, a pivô tem mostrado evolução e hoje tem tido atuações bastantes solidas pelo Sampaio e ao lado de Monteiro tem sido os grandes destaques entre as atletas mais jovens.

Desta geração, ainda tem Bia e Kawani Firmino, ambas buscando a afirmação em Blumenau.


- A inesgotável Gil



No ano em que completará 36 anos, Gil continua soberana na liga. As sucessivas decepções na seleção brasileira não tiraram a garra e a vontade desta pivô que sempre foi subestimada por conta de sua altura.

É um dos pilares do time do Uninassau e, se a equipe quiser ser bem sucedida nessa temporada, terá que acioná-la mais do que tem feito.

Gil machucou o tornozelo no jogo contra o Venceslau e deve perder alguns jogos do returno.

- Santo André



Salários atrasados, troca do comando técnico e saída de jogadoras. Tudo parecia ruir no time de Santo André. Mas a equipe do ABC fez um primeiro turno digno, surpreendentemente saindo-se como a terceira força do campeonato. O bom resultado é fruto do bom trabalho coletivo e do estreante Bruno Guidorizzi, que até então tinha experiência apenas nas categorias de base.

Destaca-se ainda o regular desempenho de Jaqueline, que tem sido bem coadjuvada por Thaissa e Silvia.

E você, o que achou do primeiro turno da LBF? Teremos melhoras no segundo turno? O que podemos esperar para os playoffs?

Buenos Aires sediará Copa América Pré-Mundial de 2017

A cidade de Buenos Aires sediará a Copa América deste ano, que classificará os três primeiros colocados para o Mundial a ser disputado na Espanha em 2018.

Com a CBB suspensa, ainda não se sabe se a seleção feminina disputará a competição.


Magic Paula é homenageada pela Federação Catarinense de Basketball em Blumenau



Na noite de ontem, a ex-jogadora Magic Paula esteve no Ginásio Galegão, em Blumenau, para a partida entre Blumenau e Corinthians válida pela Liga de Basquete Feminino.



No intervalo, ela recebeu uma placa e a camisa da equipe blumenauense (Basquete Feminino de Blumenau) e da Federação Catarinense de Basketball.

O jogo:



O Corinthians/Pague Menos/Americana se classificou para os playoffs da LBF CAIXA. Líder isolado do campeonato nacional, o time alvinegro precisou mostrar grande reação no último período para sair do Ginásio Galegão (SC) com a vitória, por 68 a 60, sobre o Blumenau Basquete e com a vaga antecipada para a fase final da LBF CAIXA.

A equipe corintiana entrou no último período atrás do placar por três pontos, porém se mostrou como sempre bem decisiva e conquistou sua vitória com grande desempenho no quarto derradeiro. Sem passar dos 15 pontos em cada um dos três primeiros períodos, o time comandado pelo técnico Vendramini deslanchou no último, venceu por 23 a 14 e conquistou a vitória com grande virada nos dez minutos finais.

Após a vitória, o Corinthians agora possui campanha de 12 vitórias em 13 partidas disputadas na LBF CAIXA (92,3% de aproveitamento) e conquistou nesta noite sua classificação para os playoffs do campeonato nacional, com sete rodadas de antecedência.

A grande protagonista da vitória do Corinthians foi a ala/pivô norte-americana Brandie Baker, que saiu de quadra com desempenho de 25 pontos em 33 tentados (75% de aproveitamento). Baker foi dona de 16 dos 27 pontos anotados pelo Corinthians no último período do jogo.

Grande destaque não só do Corinthians como de toda a LBF CAIXA, Damiris terminou o jogo 18 pontos, cinco bolas roubadas, duas assistências, dois rebotes, e foi novamente destaque na vitória alvinegra.

Com o resultado negativo ao lado de sua torcida, Blumenau segue na 5ª colocação, agora com campanha de apenas três triunfos em 13 partidas disputadas. A equipe blumenauense está duas vitórias atrás do quarto colocado Sampaio Corrêa Basquete.

Pelo lado do Blumenau, destaque para a ala Leila, com 24 pontos e seis rebotes, e para a pivô Fernanda Bibiano, com 16 pontos e sete rebotes recuperados, porém não conseguiram dar a vitória para a equipe mandante.

Blumenau e Corinthians voltam a se enfrentar pela LBF CAIXA nesta quinta-feira (24/02), às 20 horas, novamente no Ginásio Galegão, em Blumenau (SC). A partida terá transmissão ao vivo via Facebook Live na página Rádio Esporte Web.


@MagicPaula

Ontem, em Blumenau, encontrei com a ala/armadora Mariana Camargo, que me levou uma foto que tiramos em 1996. Demais!

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Catanduva faz peneira para reativar o basquete feminino

Link: aqui!

Página da equipe no Facebook: aqui!

Apagebask fecha parceria com EDP para a inclusão esportiva e social de crianças


A Associação de Pais Guarulhenses Esportiva de Basketball, Apagebask, contará nesse ano, com o apoio do Instituto EDP e patrocínio da EDP, distribuidora de energia elétrica para as regiões do Alto Tietê, Vale do Paraíba e Litoral Norte de São Paulo, via Lei Paulistana de Incentivo ao Esporte, que, por meio do Projeto basquete Guarulhos, promoverá a inclusão esportiva e social de crianças e adolescentes, entre 10 e 17 anos, por meio do basquete, no Ginásio Poliesportivo da FIG, em Guarulhos.

O projeto, que atenderá mais de 80 crianças, terá quatro grupos, com aulas no período da tarde, de segunda e quarta-feira, e pela manhã as terças e quintas-feiras, onde além das aulas de basquete, os alunos terão palestras educativas e o acompanhamento do desempenho escolar. Todas as crianças participarão de todas atividades, que serão totalmente gratuitas, e receberão, além da camiseta, que será utilizada no período das aulas, lanche no final das atividades.     

Vilma Bernardes, coordenadora da Apagebask, está muito feliz com a parceria que engloba esporte e educação. “Nós da Apagebask estamos imensamente feliz com essa importante parceria com a EDP, que nos dará possibilidade de acolher 86 crianças, sem que seus familiares tenham custos, já que esse projeto é totalmente gratuito, e de mostrar a seriedade e o resultado do trabalho que desenvolvemos há mais de 20 anos”, conta.

Sou muito grata a todos os envolvidos, como a Universidade FIG/Unimesp e ao Colégio Integrado de Guarulhos, nossos parceiros, onde os projetos são realizados. Estaremos lutando para que no futuro o número de alunos aumente, pois, sabemos a necessidade de trabalharmos essas crianças que, neste projeto, terão de estar regularmente matriculada e frequentando a escola, essa é a principal exigência, porque sabemos que esporte e educação tem que estar juntos sempre”, ressalta.                         


As atividades terá início no mês de fevereiro, na quadra do Ginásio Poliesportivo da FIG/Unimesp, na Vila Rosália, em Guarulhos. Há vagas somente para o período da manhã. Os interessados podem buscar informação no local.


Mais informações:Maria Emília Salles -11 97409-4482

Magic Paula vem a Blumenau prestigiar o basquete feminino na próxima semana (Augusto Ittner, Diário Catarinense)

Link: aqui!